Acervo

A catalogação, digitalização e divulgação da totalidade da obra de Walter Smetak foi possível graças ao patrocínio da Natura e ao cuidadoso trabalho da equipe da Casa Redonda por meio do projeto SMETAK IMPREVISTO.

Entre maio e agosto de 2007, as plásticas sonoras e esculturas de Smetak foram recuperados estética e musicalmente pelos restauradores Olga Gomez, Ubirajara Reis e Jean Paul Charles e fotografadas. Além dos dois livros publicados (Simbologia dos Instrumentos e Retorno ao Futuro), 29 livros inéditos foram digitalizados. O acervo apresenta, ainda, as três únicas partituras encontradas e uma lista de composições musicais de autoria de Smetak cujas partituras permanecem desaparecidas. O acervo audiovisual – fotografias, filmes, clipping – apresenta materiais extraídos dos arquivos da família Smetak que estão disponibilizados para consulta.

No total, Walter Smetak deixou uma coleção de 78 fitas de rolo com diversos sonoros. Apenas 45 fitas contêm gravações diretamente ligadas à sua produção composicional. As primeiras cópias digitais do acervo foram realizadas na semana de 3 a 11 de novembro de 2002, por Sergio Freire e Thomas Kessler. Tais registros serviram de base para o acervo de sons aqui disponíveis. A notação adotada (números e nomes) tomou como base a listagem de acervo sonoro disponibilizada pela Biblioteca Central Reitor Macedo Costa da UFBA, Secção Memória.

imagem-exposição